Emergência de respostas de ouvinte após ensino de intraverbais em um menino com Autismo

  • Elaine de Carvalho Silva
  • Luiza Magalhães Caixeta
  • Nassim Chamel Elias
Palavras-chave: comportamento verbal, intraverbal, comportamento de ouvinte, transtorno do espectro do autismo

Resumo

 

 A literatura tem indicado que intervenções que utilizam os princípios da Análise do Comportamento Aplicada têm produzido resultados promissores para solucionar questões referentes aos déficits nas habilidades de linguagens apresentados por crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Considerando que as dificuldades de comunicação prejudicam a qualidade de vida destas crianças, justifica-se o ensino de repertórios de falante (linguagem expressiva) e de ouvinte (linguagem receptiva). Visto que estes repertórios são funcionalmente independentes, o presente estudo utilizou procedimentos de Instrução com Múltiplos Exemplares para promover interdependência do ensino de respostas intraverbais (“Que mão é esta”? – resposta: “Direita”) na emergência de respostas de ouvinte (“Mostre a mão direita”). O objetivo foi verificar os efeitos do ensino de respostas intraverbais de dizer direita ou esquerda para questões referentes ao lado de uma parte do corpo (repertório de falante) na emergência de respostas de ouvinte envolvendo as mesmas partes do corpo (braços, mãos, orelhas e pernas) e relações espaciais de direita e esquerda em um menino verbal de seis anos de idade com TEA. Foi verificada também a generalização dessas relações para objetos no ambiente. Os resultados indicaram que o treino de respostas intraverbais promoveu a emergência de respostas de ouvinte de seguir instrução para o participante, o que confirma uma das rotas de ensino descritas na literatura (falante-ouvinte).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
Silva, E. de C., Caixeta, L. M., & Elias, N. C. (2020). Emergência de respostas de ouvinte após ensino de intraverbais em um menino com Autismo. Perspectivas Em Análise Do Comportamento, 11(2), 152-161. https://doi.org/10.18761/PAC.2020.v11.n2.03
Seção
Artigos