Análise do comportamento aplicada:

Interface entre ciência e prática?

Autores

  • Dante Marino Malavazzi
  • Fani Eta Korn Malerbi
  • Giovana Del Prette
  • Roberto Alves Banaco
  • Roberta Kovac

DOI:

https://doi.org/10.18761/perspectivas.v2i2.71

Resumo

A história da análise do comportamento revela um movimento inicial da ciência em direção à prática. A princípio, ela esteve vinculada à pesquisa básica. Aos poucos, envolveu a aplicação dos princípios comportamentais aos problemas cotidianos. Para esclarecer a interface entre ciência e prática na análise do comportamento, esta pesquisa revisou os estudos sobre análise funcional, publicados no Journal of Applied Behavior Analysis (JABA) entre 2004 e 2010, à luz das diretrizes sugeridas por Baer, Wolf e Risley (1968, 1987): (a) aplicada, (b) comportamental, (c) analítica, (d) tecnológica, (e) conceitual, (f) eficaz e (g) generalizável. Sessenta e quatro artigos foram examinados. As pesquisas revisadas puderam ser classificadas como analíticas e conceituais, mas frequentemente negligenciaram os critérios que as tornariam comportamentais, tecnológicas e generalizáveis. Idealizada como uma ponte entre pesquisa e assistência, a análise do comportamento aplicada tem cumprido parcialmente sua finalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-08-24

Como Citar

Malavazzi, D. M., Malerbi, F. E. K., Prette, G. D., Banaco, R. A., & Kovac, R. (2017). Análise do comportamento aplicada:: Interface entre ciência e prática?. Perspectivas Em Análise Do Comportamento, 2(2), 218–230. https://doi.org/10.18761/perspectivas.v2i2.71

Edição

Seção

Artigos