Efeitos de Regras e Autorregras nos relatos de mudança comportamental na Terapia Analítica Comportamental

  • Antonio de Pádua Azevedo Silva
  • Carlos Augusto de Medeiros
Palavras-chave: regras, autorregras, terapia analítica-comportamental, questionamento reflexivo

Resumo

 

O presente estudo avaliou o relato de seguimento de regras e autorregras no contexto clínico. Para tanto foi realizada uma pesquisa com duas terapeutizandas e um terapeuta estagiário em uma clínica escola de Brasília. O terapeuta em sessões iniciais do processo terapêutico emitiu três regras para cada cliente e, aplicou o procedimento de questionamento reflexivo para que as duas participantes formulassem três autorregras em contextos específicos de suas vidas. Os questionamentos reflexivos consistem em conjuntos de questões abertas encadeadas de forma lógica, formulados pelo terapeuta com a função de evocar autorregras. Em seguida, o conteúdo das sessões subsequentes foi analisado de modo a identificar que tipo de regras foi seguido com maior frequência durante a terapia com base nos relatos verbais das participantes, considerando as oportunidades de seguimentos. Os relatos de seguimento das autorregras geradas por questionamento reflexivo foram mais numerosos para as duas participantes em todos os contextos de vida. Com base nos resultados encontrados nessa pesquisa, a despeito de limitações de controle experimental, foi corroborada a hipótese de que ouvintes tendem as seguir mais as autorregras que as regras emitidas por outros falantes.

Publicado
2019-08-01
Como Citar
Silva, A., & de Medeiros, C. (2019). Efeitos de Regras e Autorregras nos relatos de mudança comportamental na Terapia Analítica Comportamental. Perspectivas Em Análise Do Comportamento, 10(1), 157-174. https://doi.org/10.18761/PAC.TAC.2019.013