Possibilidades analítico-comportamentais para a análise e investigação dos Transtornos de Personalidade

  • Fernanda Calixto
  • Roberto Alves Banaco

Resumo

 

Personalidade, certamente, é um tema central nas ciências psicológicas. Tradicionalmente, é entendida como uma instância imaterial explicativa, responsável pelo comportamento manifesto e intimamente relacionada à nossa compreensão de individualidade. Na análise do comportamento, a descrição operacional do conceito e a compreensão das suas variáveis funcionalmente relacionadas ocupam destaque. Nesta perspectiva, a personalidade é entendida como o próprio se comportar diferencialmente selecionado pelas contingências históricas e vigentes. Para além da compreensão dos processos envolvidos na formação do que entendemos por personalidade, uma atenção especial é fornecida para a compreensão funcional das personalidades tidas como “desviantes” e agrupadas, topograficamente, como transtornos. O objetivo do presente trabalho é apresentar possibilidades de avaliação e investigação dos Transtornos de Personalidade na perspectiva analítico-comportamental. Especificamente, a análise funcional é proposta como um modelo complementar ao do DSM na avaliação e definição de intervenções. Adicionalmente, os modelos experimentais de momentum comportamental, paradigma naturalístico de mãe abusiva e de impulsividade são propostos na investigação de algumas classes de respostas características dos transtornos de personalidade.

Publicado
2019-07-31
Como Citar
Calixto, F., & Banaco, R. (2019). Possibilidades analítico-comportamentais para a análise e investigação dos Transtornos de Personalidade. Perspectivas Em Análise Do Comportamento, 10(1), 027-041. https://doi.org/10.18761/PAC.TAC.2019.010