Implicações metodológicas para o estudo do desamparo aprendido em humanos

  • Amilcar Rodrigues Fonseca Júnior
  • Tataína Iara Moreno Pickart
  • Maria Cristina Zago Castelli

Resumo

O desamparo aprendido pode ser definido como uma dificuldade de aprendizagem encontrada em sujeitos que tiveram uma história prévia com estímulos incontroláveis. No estudo desse fenômeno com humanos, alguns aspectos específicos relacionados ao controle experimental podem interferir na obtenção e na análise dos dados, entre eles: o estímulo empregado na fase de tratamento, a tarefa utilizada na fase de teste (geralmente a resolução de anagramas) e, finalmente, a condição de incontrolabilidade e as questões éticas relacionadas a ela. Estes aspectos foram discutidos criticamente no presente trabalho, considerando suas implicações na análise dos dados.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-08-23
Como Citar
Júnior, A. R. F., Pickart, T. I. M., & Castelli, M. C. Z. (2017). Implicações metodológicas para o estudo do desamparo aprendido em humanos. Perspectivas Em Análise Do Comportamento, 2(1), 46-52. https://doi.org/10.18761/perspectivas.v2i1.51
Seção
Artigos