Terapia analítico-comportamental para mulheres com ansiedade e depressão: comportamentos e procedimentos na interação terapêutica

  • Giovanna Eleutério Levatti Universidade Estadual Paulista (UNESP/Bauru)
  • Alexandre Aguiar Victuri
  • Vagner Angelo Garcia
  • Alessandra Turini Bolsoni-Silva
Palavras-chave: terapia analítico-comportamento, depressão, ansiedade, interação terapêutica, mulheres

Resumo

 

Transtornos de ansiedade e depressão apresentam alta prevalência em mulheres. O artigo descreve comportamentos e procedimentos de intervenção analítico-comportamentais, em delineamento de caso único. Participaram duas mulheres com sintomas de ansiedade e depressão que responderam a instrumentos de habilidades sociais e de saúde mental em quatro momentos (Pré-teste, Intermediário, Pós-teste e Seguimento). Após a intervenção e no Seguimento os sintomas de ansiedade e depressão tornaram-se não clínicos e houve aquisição de habilidades sociais. Quanto à interação terapêutica houve o destaque dos comportamentos de facilitação, de solicitação de relato, de solicitação de reflexão e de aprovação quanto ao repertório das terapeutas e de comportamentos de relato, de estabelecimento de relações, de melhora e de autoconhecimento/autocontrole no que se refere ao repertório das clientes. Os procedimentos de intervenção com maior ocorrência foram a análise funcional e o reforçamento diferencial. Os resultados apontaram que a ocorrência de alguns comportamentos, temas e procedimentos não variou entre as díades terapeuta-cliente, dado que pode indicar a constância dos manejos utilizados para as participantes deste estudo. O estudo permitiu descrever comportamentos e procedimentos de intervenção com evidências de melhora nos quadros apresentados anteriormente à mesma.

Publicado
2019-07-05
Como Citar
Levatti, G., Victuri, A., Garcia, V., & Bolsoni-Silva, A. (2019). Terapia analítico-comportamental para mulheres com ansiedade e depressão: comportamentos e procedimentos na interação terapêutica. Perspectivas Em Análise Do Comportamento, 9(2), 164-182. https://doi.org/10.18761/PAC.2018.N2.02