Opressão racial e de gênero: Uma interpretação analítico-comportamental a partir do pensamento de Patrícia Hill Collins

Autores

  • Táhcita Medrado Mizael
  • Marina Souto Lopes Bezerra de Castro

DOI:

https://doi.org/10.18761/abo01a.0

Palavras-chave:

opressão, feminismo negro, raça, gênero, análise do comportamento

Resumo

A luta contra a opressão parece ser central no feminismo negro. Entretanto, a literatura feminista (negra) raramente define explicitamente este termo. O objetivo deste trabalho foi propor uma interpretação analítico-comportamental da opressão, utilizando como base a opressão racial e de gênero experienciada por mulheres negras. Três capítulos do livro. “Pensamento Feminista Negro” foram selecionados. Foram analisados os possíveis antecedentes, respostas e consequências da opressão, e como essas mulheres respondem à opressão. Com relação a quem realiza a opressão, pessoas brancas (opressão racial) e pessoas do gênero masculino (opressão de gênero) oprimem diante da percepção de marcadores sociais de raça e gênero, com diferentes topografias de opressão (e.g., negar direitos, subjugar) que levam a benefícios para o grupo branco e prejuízos para o grupo negro. Mulheres negras respondem a opressão com, por exemplo, o pensamento feminista negro e a autodefinição, i.e., criação de suas próprias imagens. Os comportamentos de opressão só são possíveis pois há assimetria de poder entre os grupos, sendo identificados a supremacia branca e superioridade masculina como antecedentes históricos. Finalmente, propomos opressão como responder diferencial que tem como contexto antecedente histórico a disparidade de poder entre grupos e imediato a percepção de marcadores sociais (e.g., raça, classe, gênero) que tem como consequências a produção de benefícios para quem oprime (reforçadores relacionados a poder) e de prejuízos para quem é oprimido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

23-02-2024

Como Citar

Mizael, T. M., & Castro, M. S. L. B. de. (2024). Opressão racial e de gênero: Uma interpretação analítico-comportamental a partir do pensamento de Patrícia Hill Collins. Perspectivas Em Análise Do Comportamento, 1(.), pp-pp. https://doi.org/10.18761/abo01a.0

Edição

Seção

Online first